Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

‘A Prótoiro delegou na ANGF a solução quanto ao que a forcados diz respeito e estamos certos que a ANGF encontrará a melhor solução para o assunto…’, afirma Presidente da Prótoiro.

  • 2019-01-10 22:40


Paulo Pessoa de Carvalho, Presidente da Prótoiro, afirmou ao TouroeOuro.com, que após toda a polémica levantada com a nega dada pelos cabos dos grupos de forcados de Santarém Vila Franca de Xira, Aposento da Moita e Montemor, em integrar a ‘Selecção de forcados do Dia da Tauromaquia’, que pegará os touros lidados a cavalo, no festival de dia 23 de Fevereiro, a Protóiro se mantém tranquila, e confiante que a Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF), encontrará certamente uma solução para o problema.

…pelo que sei e porque falei com os quatro cabos em questão, que até ao momento manifestaram a não intenção de terem elementos fardados nesse dia, todos esses grupos de forcados estarão presentes no Dia da Tauromaquia, inclusive os quatro grupos que através dos seus cabos se manifestaram junto da direção do ANGF a intenção de não intervirem nas pegas de forma ativa, ao mesmo tempo, manifestaram-se no sentido de quererem adquirir bilhetes para os seus elementos, família e amigos, não faltando a esta festa de apoio nacional à tauromaquia’, afirma Paulo Pessoa de Carvalho, salientando que os grupos somente não vão marcar presença na arena, continuando no entanto a apoiar a iniciativa.

Prótoiro delegou na ANGF a solução para o tema dos forcados

Não falo em nome da ANGF nem o posso fazer, mas a ANGF enquanto associada da PRÓTOIRO será a responsável pela solução no que diz respeito aos forcados…’, salienta o Presidente da Protoiro, demonstrando-se ainda confiante que ‘forcados não faltarão para pegar neste grande espetáculo que irá acontecer no dia 23 de Fevereiro, uns na arena outros na bancada, todos lá estarão e a apoiar 100% a iniciativa.

Paulo Pessoa de Carvalho elucida que a Prótoiro ‘delegou na ANGF a solução quanto ao que a forcados diz respeito, e estamos certos que a ANGF encontrará a melhor solução para o assunto, não havendo por isso, qualquer distanciamento de qualquer grupo de forcados com a iniciativa’.

Questões da ANGF que tem que ser resolvidas internamente

‘Em qualquer associação assiste aos associados que a constituem, o direito serem livres individualmente nas suas decisões de forma a não questionarem os seus valores ideológicos desde que com isso, não questionem os interesses do coletivo’, afirma Paulo Pessoa de Carvalho, comentando a recusa de alguns grupos em integrar o ‘Selecção de forcados do Dia da Tauromaquia’, salientando que ‘foi exatamente o que aconteceu, existem grupos da ANGF que entendem que a sua decisão perante a iniciativa que irá acontecer no Campo Pequeno no dia 23 de Fevereiro, o Dia da Tauromaquia, será de apoio incondicional mas sob a forma de presença e não atuando enquanto forcados, por isso mesmo não se excluem do evento apoiando-o da forma que entendem fazer, mas apoiando convictamente.’

Paulo Pessoa de Carvalho conclui apelando ainda a todos os aficionados para que marquem presença no dia 23 de Fevereiro no Campo Pequeno, acorrendo ao Dia da Tauromaquia, para que todos sejamos capazes de mostrar o vigoroso pulmão da tauromaquia nacional.