• geral@touroeouro.com

Ministério Público investiga Associação de Forcados

  • 2018-11-05 16:00


O Ministério Público, núcleo de Beja, recebeu na passada sexta-feira, 2 de Novembro, uma denúncia, dando conta de supostas irregularidades no funcionamento da Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF) e de elementos que compõem a sua Direcção.

Dos documentos a que o TouroeOuro teve acesso, constam indícios diversas suspeitas de irregularidades no funcionamento da ANGF e da sua Direcção, como irregularidades nos estatutos e na sua aplicação na associação, supostas irregularidades ou a não apresentação de contas aos sócios, a não existência de todos os órgãos sociais e o seu funcionamento.

Sobre os membros da Direcção da ANGF, a denúncia recai também nalguns aspectos que deverão vir a ser investigados pelo Ministério Público.

Anexa à denúncia seguiram também inúmeras tentativas de contacto do denunciante para com a ANGF, sem que esta tenha remetido qualquer resposta às solicitações contidas.

Este é um assunto a que o TouroeOuro regressará ao longo do dia, acompanhando todos os detalhes e desenvolvimentos de uma tema que marcará a actualidade informativa no sector da tauromaquia.

Meteorologia