Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Segredos d’Ouro - Especial Campo Pequeno

  • 2017-09-11 16:23


Segredos d’Ouro - Especial Campo Pequeno
Toda a análise e detalhes da conferência de imprensa da passada quinta-feira no Campo Pequeno...

Andámos ocupados, muito ocupados… Quinta-feira Campo Pequeno, sexta-feira, Moura e o fim-de-semana, inteiramente dedicado ao verdadeiro acontecimento que foi a segunda edição da Feira de Campo.

Das corridas do fim-de-semana e porque o TouroeOuro não fez os seus imprescindíveis DIRECTOS, ninguém soube nada em tempo real, nem em tempo tardo, mas útil… Tudo demora e até já nas redes sociais, se lê que se não for o este Vosso site, ninguém sabe o que se passa nos espectáculos taurinos…

Pois é, tudo isto, serve para explicar, o porquê de até ao momento, ainda não termos abordado o assunto, ‘Campo Pequeno’ e a conferência de imprensa que antecedeu a corrida da passada quinta-feira.

À parte da falta de ‘tempo’, o TouroeOuro, pela primeira vez, quis medir o ‘pulso’ à imprensa lusa, à capacidade de reflexão sobre o tema e mais, as conversas de bastidores sobre o assunto que dominou a semana…

Ora vamos por partes. De imprensa, nada mais que o habitual. Nada se falou, nada se abordou que não tivesse sido em imagens. Pouco, muito pouco, quando os empresários dizem à ‘boca cheia’ que recebem dezenas de pedidos de acreditação para um festejo. Ver as corridas à ‘borlix’ é porreiro, mas opinar, ‘tá quieto’, não vãos os ditos chatearem-se e cortarem o acesso gratuito aos espectáculos.

Mas, a coisa muda de figura no que aos mentideros da festa concerne… Todos queriam saber o que o gestor de actividades taurinas do Campo Pequeno havia argumentado para a anulação da corrida de 28 de Setembro e que, se bem se recordam, vinha já adiada da sua data original, que era fim de Julho.

Pois bem, cá estamos nós…

Da mesa de oradores, faziam parte Rui Bento, Paula Resende e Paulo Pereira. A maioria do tempo de duração do encontro com a imprensa e abonados, foi utilizado por Rui Bento, sendo que a Administradora de Insolvência, apenas foi falou, quando a isso foi chamada por uma questão levantada pela assistência. A questão, incidia sobre a dúvida da situação financeira do Campo Pequeno.

Digo eu que é legitimo que os representantes da administração se remetam ao silêncio, mas, concordemos, que, com todas as notícias vindas a lume de há três anos a esta parte, também é legítima a curiosidade e até preocupação sobre o tema de viabilidade da empresa, uma vez que, se foi abolido um espectáculo… Pois bem, depois da primeira escusa de resposta, Paula Resende, explicou em pardas palavras, que o Campo Pequeno não deve, um cêntimo a ninguém… Rui Bento, apressou-se aliás, a referir aquilo que há muito não constituiu novidade e que é, o facto do Campo Pequeno pagar a todos os artistas antes do espectáculo…

Boa, mas, continuo a dizer, que nem a mais débil empresa do mundo, anula espectáculos a escassos dias da sua realização, tendo aliás, recebido dos abonados, dinheiro, incluindo este festejo…

A conferência e ao que foi dito aquando da ‘convocatória’, tratava exactamente disto, explicar os motivos da anulação da data já referida… Disto e da forma como se irão ressarcir os abonados do prejuízo ora criado. Disso, nem palavra, mas, a verdade é que, os motivos explicados ali, deram conta de que, a anulação desta data, era ‘o respeito pelo abonado, pelos aficionados e por questões de rentabilidade empresarial’, dando Rui Bento, o exemplo de que a corrida de há dois anos, com Ventura e Juli, cheia, não seria rentável, acrescentando ainda, que a Dra. Paula Resende, não permite que se parta para um conceito ‘semelhante’, nestes mesmos moldes, de perca evidente de capital…

Rui Bento, alegou ainda, que os contactos feitos e declinados por diversos conceitos, ‘arrumaram’ com o elenco ou vários elencos pensados.

Ficará bem, seja de que forma for, dizer aos sete ventos, que os toureiros não querem ir ao Campo Pequeno?

Será que certos toureiros, não traçarão um paralelo entre o que cobram e o que cobram outros artistas, supostamente da mesma craveira e que têm evidentes interesses no Campo Pequeno?

Pois bem, falamos de João Telles Júnior, um dos grandes ausentes do abono lisboeta e a quem, por meias palavras (ou não), Rui Bento acusou de ter tido atitude pouco séria… Segundo o gestor, o acordo estava feito, sendo que Telles, pouco tempo depois, pediu ‘outras condições’ e que, por isso, não chegaram a acordo… Essa foi a falta de seriedade apontada a João Telles e que, de acordo com o mesmo discurso, já não é episódio virgem com este toureiro.

Momento mais que infeliz, foi também o facto, de Rui Bento, deixar bem vincado, o facto da corrida com cartel composto por Fernandes, Caetano e Hernández, ter sido aquele que desde sempre, registou pior entrada no Campo Pequeno, desde que foi reinaugurado.

Se isto não é arrasar com estes trio, então não sei que será... Não se terá lembrado o gestor, que este elenco foi anunciado com pouco mais que uma semana de antecedência e que a publicidade do mesmo, foi quase nula?

Mais, Bento defendeu a vinda dos toureiros espanhóis, desvalorizando o número de postos que ocuparam… ‘Foram apenas seis, os matadores de toiros que aqui vieram…’. Sim, foram apenas seis, mas, concorde-se que o Campo Pequeno e o seu público, não viram em Álamo a importância de repetir no Campo Pequeno e, enjoaram-se da repetição de Padilla. Ficou à vista, não inventámos.

A tábua de salvação do Campo Pequeno, foi queimada de forma irreversível… Sendo que as ausências nesta temporada especial, são inúmeras. Pedrito de Portugal, um dos toureiros mais importantes do Campo Pequeno, voltou a ficar de fora; Marcos Bastinhas, a quem Rui Bento se referiu como ‘não quis vir porque o cartel que tínhamos para lhe oferecer não agradou’; Sónia Matias, Diego Ventura, apenas e só um dos dois melhores rejoneadores do mundo, sendo que o ‘outro’, Pablo Hermoso de Mendoza, não quis vir em Setembro, data que há anos cativou como a sua repetição na capital…

Até António João Ferreira, foi anunciado, chegando efectivamente a constar de um cartel e cartaz, e… saltou do cartel, resultado, saltou e não o incluíram. Rui Bento apelidou a situação desta forma: ‘estamos em dívida com António João Ferreira’. Eu diria que estão em dívida com a ‘coerência’.

O Campo Pequeno parece viver momentos difíceis… Segundo Rui Bento, houve mesmo corridas montadas com o único propósito de fazer mal ao Campo Pequeno. Faltou dizer quais, por quem e onde…

Mais, Rui Bento insurgiu-se até contra comentários nas redes sociais, que, segundo as suas palavras, estão orquestrados com o mesmo propósito das linhas atrás escritas… fazer mal ao Campo Pequeno.

Mas atenção, houve dois corajosos na sala. Dois abonados que resolveram falar e mostrar descontentamento. O segundo deles, insurgiu-se contra o ‘pobre’ elenco ganadeiro. O primeiro deles, contra o facto de se comprar abono sem saber metade dos cartéis e mais e que mesmo assim, são alterados, chegando mesmo a dar o exemplo de Madrid e Sevilha, onde se programam festejos até ao fim da temporada.

Pois é, maus lençóis, aqueles em que está mergulhada a mais importante praça do país e pasme-se… em vez de… bem, houve quase uma promessa de que a próxima temporada, será ainda mais reduzida que esta… cuidado, passámos de corridas em quase todas as quintas-feiras (tempos antigos), para… um futuro, com uma temporada que, se espera não seja igual em número aos festejos dados na Nazaré, Moita ou Vila Franca… mas…

O que precisamos de ver mais? Ainda há dúvidas de que a coisa não está a resultar? Isto que se assistiu este ano, foi o melhor que se poderia fazer, numa temporada histórica para o Campo Pequeno?

Pense-se nisto… Mas cuidado, não opinem nas redes sociais, senão poderão ser acusados de fazer parte do ‘lobby’, não gay, mas do que persegue o Campo Pequeno e o seu ‘núcleo-duro’.